“Pedalar com Crianças” – O Encontro

Gonçalo Pais

Gonçalo Pais

O ciclo de encontros “Como a Bicicleta mudou a Minha Vida” não podia ter começado com um melhor tema – “Pedalar com Crianças” – e um convidado tão especial – Gonçalo Pais.

A sua experiência de utilização da bicicleta, em geral, e a viagem em autonomia que realizou com o filho de 7 anos entre Lisboa e Badajoz, em particular, são verdadeiramente inspiradoras. Mas ao mesmo tempo tão normais e desmistificadoras, que se apresentam acessíveis a qualquer ser humano que procure alternativas com mais sentido, face aos estilos de vida actuais marcados pelo stress e pela falta de tempo.

O tema escolhido enquadra-se bem na demografia do Parque das Nações, onde uma boa parte da população residente são casais entre os 30 e 40, com filhos pequenos.

Estamos certos que com este encontro ajudamos os presentes a eliminar mais algumas  das barreiras físicas, logísticas, sociais e emocionais que descartam a viabilidade do uso da bicicleta para transporte pessoal e dos filhos.

Caso algum vizinho queira experimentar transportar os seus filhos numa “Croozer Kid for 2” e ver como é fácil e prático, pode entrar em contacto com a Cicloficina do Oriente. Podemos marcar um encontro durante o fim-de-semana num qualquer local do Parque das Nações.

Galeria de Fotos do Evento:

Anúncios

Tertúlia “Pedalar com Crianças”

gustavo a pedalarDomingo, 17 de Fevereiro 2013, às 17:00 no Café Lounge da Cineteka.

Acha que ter crianças é um impedimento à utilização da bicicleta como meio de transporte no dia a dia ou em turismo?

Não é bem assim. O Gonçalo Pais vem desmistificar este mito e contar-nos a sua história pessoal.

Conheça em primeira mão a viajem de bicicleta entre Lisboa e Badajoz, em que o Gonçalo e o filho de 7 anos participaram em 2012:
– http://roadbook.blogspot.pt/2012/07/touring-bicla-lx-badajoz-pela-ecovia1.html
– 
http://lisboabadajozembicicleta.blogspot.pt/

Esta tertúlia faz parte dum novo ciclo de debates “Como a Bicicleta mudou a minha vida”, uma iniciativa comunitária que procura inspirar pelo exemplo.

Pais com crianças são bem-vindos!

Evento no Facebook »

A Bicicleta como meio de transporte constitui uma alternativa de mobilidade real, assim sejam criadas condições que assegurem a sua generalização. O país tem tudo a ganhar com isso: trata-se de um modo de mobilidade suave, sem implicações poluidoras, sem emissões de gases com efeito de estufa; implica custos reduzidos para quem a utiliza como forma de transporte; contribui para o exercício físico regular dos seus utilizadores, com impactos positivos ao nível da saúde.

Trata-se, portanto, de uma alternativa possível ao uso do automóvel particular, em muitos percursos, com vantagens para as economias familiares, para o meio ambiente e, consequentemente, para a qualidade de vida das populações.

Apostar numa mobilidade, designadamente ao nível dos movimentos pendulares diários, assente no recurso aos transportes colectivos e nos modos de mobilidade suave, é um imperativo de uma sociedade moderna, que pretende elevar os seus padrões de qualidade.